MENU

 Revisão >> Revisão das principais matérias do Vestibular

História e Geografia dos Países - Europa

 
 Irlanda
 

 

Irlanda - (Dublin) 

País insular europeu situado no Atlântico Norte. Sua fronteira é com a Irlanda do Norte (pertencente ao Reino Unido). Seu nome se origina da palavra irlandesa Eire, que deriva do nome da deusa celta Eriu. Assim, Eire passou a denominar o próprio povo que lá habitava. O topônimo Eire-land, significa "terra dos irlandeses".
Achados arqueológicos assinalam a presença humana na ilha desde a Idade da Pedra. Por volta de 2000 a.C., na Idade do Bronze, aconteceram migrações continentais para a ilha. Os celtas ali estiveram a partir de 500 a.C., dando início à colonização.

A presença celta na ilha não foi afetada pela expansão do império romano. Daí, que o povo que ali habitava pôde estabelecer sua forma de governo, com pequenos Estados, de nome tuath, cujos líderes eram eleitos com o título de rei. No começo da Era Cristã, a Irlanda tinha cinco grandes reinos: Ulster, Meath, Leinster, Munster e Connaught, qua acabaram anexando os menores.

Em 432, Patrick, que já tinha pregado o cristianismo na ilha, foi designado como bispo da Irlanda. Ali ele funda uma igreja que progride rapidamente, tornando-se bastante próspera e forte. Foi canonizado e é o santo padroeiro da Irlanda.

No Século VIII, a ilha sofreu invasão nórdica,  que se estabeleceu no país, em Annargassan e Dublin. Aonde, nórdicos escandinavos permaneceram até o século XII, quando foram vencidos pelos britânicos, aliados de alguns reinos irlandeses. Iniciou-se, assim, o domínio da Grã-Bretanha na Irlanda, que duraria até o século XX, embora no período tenha havido muitos conflitos entre britânicos e irlandeses.

A diferença entre a ilha da Irlanda (outrora governada como unidade) e a República da Irlanda (que inclui 26 dos 32 condados da ilha) é o resultado de complexos eventos históricos ocorridos sobretudo durante a primeira metade do século XX.
A Irlanda fez parte do Reino Unido durante o período compreendido entre 1800 e 6 de dezembro de 1922. Em 1919, a maioria dos parlamentares eleitos nas eleições gerais do Reino Unido, de 1918, se recusou a tomar assento na Câmara dos Comuns. E mais: decidiram formar um parlamento paralelo, chamado Dáil Éireann. O novo parlamento, não reconhecido legalmente, expediu a Declaração Unilateral de Independência, em 1919, em nome da proclamada República Irlandesa, embora não tenha recebido qualquer tipo de reconhecimento internacional.

Depois da guerra Anglo-Irlandesa, também conhecida como Guerra da Independência Irlandesa, representantes do governo britânico e do gabinete da República da Irlanda negociaram, em 1921, o tratado Anglo-Irlandês, criando um novo sistema legal para o país. Somente após a assinatura desse tratado que o Estado Livre Irlandês passou a ser reconhecido internacionalmente. Os 26 condados remanescentes formaram o Estado Livre Irlandês.

A nova constituição foi promulgada em 29 de dezembro de 1937 que deu nome de Eire ao país, ou, em inglês, Ireland. Embora a nova estrutura deste Estado estabelecesse um Presidente da Irlanda, em vez de um rei, não era uma efetiva república. O Estado Livre da Irlanda permaneceu parte da Comunidade Britânica até a declaração da República, em abril de 1949.

Em 1955, a Irlanda aderiu às Nações Unidas e à União Européia em 1973. Os governos irlandeses vêm buscando a unificação pacífica das Irlandas e cooperaram com o governo britânico contra a violência entre os grupos parlamentaristas e os grupos norte-irlandês conhecidos como Troubles. Um acordo de paz foi aprovado em 1998, ficando conhecido como Acordo de Belfast (Capital da Irlanda do Norte).

 

<<< Voltar

 

 
 Página Principal

Fale Conosco | Anuncie Aqui | Cadastro | Notícias | Home



 

WebVestibular - O Site do Vestibulando - O Vestibulando em primeiro lugar! Desde 07/2000

Topo

.